h1

5º sessão da minha de CdZ

23/02/2009

5º sessão da minha mesa de Cavaleiros do Zodíaco

Nessa o Angelo (Derek de Hidra) e Jackson (Aspirante Folk) faltaram (cadê meus instrumentos de vudu?)

Estavam os cavaleiros lutando contra o Negão (Ex-Dragão).

Ken se recuperava do rombo feito em suas costas. Deek,Nalbert e Nick colocam suas armaduras. Folk treme no chão longe por seu corpo estar quase em colapso. E o Negão ria e zombava deles. Suas tribais por todo o torso mexiam-se como a névoa negra que havia expirado. A mulher, a Dama das Brumas, continuava impassível ao longe. E a armadura de Girafa caminhava sozinho novamente pronta pra pancadaria.

Nick está protegendo Ken que se recupera. Então o Negão resolve atacar. Vai correndo pra acertar Nick. Pula pra atacar Nick mas Ken consegue puxá-lo tirando-o da direção do ataque. Nick aproveita e passa as garras no caboclo. As garras rasgam o Negão. Todos vêem a maldita névoa negra se esvaindo pelos ferimentos e sumindo no ar. Porém o Negão não parece abalado, age como se nem tivesse sentido o golpe.

Quando o Negão aterrisa depois de seu golpe seu corpo se mexe de forma estranha, fluida, elástica, como se não tive um esqueleto. Seus membros se esticam, deixando seu corpo totalmente desproporcional (tipo sr. Fantástico mesmo).

Nalbert começa a ativar novamente o selo místico que travou o Dragão da outra vez. Ele se esforça mas sente que está muito difícil completar o selo. Suas energias fluem muito lentamente, sentia que carregava um grande peso, que algo travava seus movimentos.

Ken já fora de perigo se afasta e analisa o inimigo, procurando seus pontos cósmicos e fraquezas. Entende que aquele cara não possuía pontos cósmicos, era um ser cujas partes do corpo eram igualmente conectadas, uma massa homogênea que tomou forma, como névoa solidificada. Uma criatura mágica. Nota também que uma força o ligava até a Dama das Brumas, como se viesse dela uma influência estranha ao inimigo. Ken faz um sinal para Derek dizendo que devem derrotar a garota. Ele concorda e se move procurando a posição ideal para atacá-la, mas fingindo ainda estar priorizando o Negão, para que tentasse um ataque surpresa.

Nalbert se esforça muito e termina o selo. Porém apenas um braço e um pedaço do torso do Negão são afetados. A escrita luminosa trava as partes afetadas para que não alterem-se mais, mantendo-as estáveis.

Nick parte para o ataque, tenta quebrar o braço que afetado pelo selo. Acerta, mas o braço entorta como plástico. O Negão gira sua cintura rapidamente virando uma mega cotovelada na zoreia de Nick, que é afastado.

Então Derek de Hidra dispara seu golpe, Dragon´s Infinity, em direção a Dama das Brumas. Ken segue na bota do golpe se ocultando para tentar um ataque surpresa. Porém, conforme o “dragão de água” do golpe se aproxima ele vai perdendo velocidade. Ken sai de trás e ataca a garota, mas seu golpe não chega até ela, como se ela se o espaço entre eles fosse esticando. Ken vendo que não a alcançaria tenta disparar seu golpe a distância mesmo. Mas também é dissipado antes de atingi-la.

Ken percebe que ao redor da Dama das Brumas há uma energia ativa, uma energia similar aquela que a conectava ao dragão.

Nalbert tira sua armadura tentando se livrar um pouco do peso que lhe segurava. Sente-se um pouco mais leve, mas ainda bem travado. O Negão parte para o ataque a Nalbert, aquele que conseguia afetá-lo. Nalbert, sem armadura, tenta proteger-se com seu golpe Vento Protetor, porém ainda não consegue fazer a energia fluir rápido o suficiente para defender-se a tempo e toma a cachopada do Negão na fuça.

Nick corre para ajudar Nalbert. Corre na direção do Negão, com a intenção de atravessá-lo. Consegue atravesssar o cabra e pega Nalbert e começa a correr com ele dali. O Negão ri da ingenuidade de Nick e ataca-o por trás, capotando ele.

Ken faz outro sinal para Derek, para que ele atacasse a Dama das Brumas por baixo da terra, porém Derek não entende e pula na direção dela. Conforme ele se aproxima vai diminuindo de velocidade no ar até que fica paralisado poucos metros da garota. Ken, pra testar uma teoria, atira uma pedrinha na área ao redor da Dama mas sem a intenção de acertá-la, a pedrinha passa impune centímetros da Dama das Brumas. ken deduz que ataques não direcionados a ela não são afetados. Procura pela Armadura de Girafa.

No campo de batalha a armadura de Girafa faz o movimento de convocação de animais que fez anteriormente. Ken faz sinal para ela, faz o primeiro movimento do golpe Estouro de Manada. A armadura começa a fazer o golpe, cosmo começa a ser acumulado pela armadura.

Nalbert, vendo que o muleke Nick, um cavaleiro de Bronze em primeira missão, se sacrificou para protegê-lo, fica na fúria. Muitos flashbacks e emices, Nalbert lembra de tudo que levou até aquela situação, e entende que era obrigação dele derrotar aquele inimigo. Ambos discutem. Nalbert de Coruja começa a concentrar seu cosmo. O Negão corre para atacá-lo novamente.

Então a armadura de Girafa completa seu golpe. O Negão corre pra atacar Nalbert que não consegue acumular a energia pra ativar seu golpe. Então Haruk de Girafa, através de sua armadura, disfere seu golpe Estouro de Manada no cabra, batendo os braços com força enquanto muitos outros cavaleiros de Girafa aparecem atrás dele fazendo o mesmo, disparando uma rajada gigante de vento, dispersando o Negão em névoa um micro momento antes dele acertar Nalbert, que aproveita o milisegundo dado por Haruk para terminar seu golpe, a Ferida do Vento. Todo aquele vento gerado pelo Girafa é transformado em lâminas mágicas que dilaceram imediatamente a névoa negra, que cai aos pedacinhos como carne queimada. Uma voz pífia é ouvida no ambiente, dizendo que a Bruma Sombria era a mais forte das Brumas desvanece.

A armadura de Girafa cai pelo chão. Nick também pedalado, e Derek paralisado. Nalbert ainda permanecia consciente, e percebe que está vestindo sua armadura, por isso não caíra.

Sabia que o único que tinha um golpe que afetasse a area era Haruk de Girafa, mas esse gastara toda sua energia naquele último golpe. Pensa que se pelo menos seu truta Mani de Corvo estivesse lá ele poderia ajudar pois tinha um golpe de área. Então lembra que Folk, discípulo de Mani está lá, sofrendo no chão com o cosmo recém arregaçado.

Ken corre até Folk e tenta ajudá-lo a se concentrar, usa sua técnica de pontos cósmicos para se harmonizar com Folk que urra de dor, dizendo sentir seu corpo todo queimar. Ken guia o garoto para que ele se controlasse e o ajudasse na batalha.

Do alto do morro, a Dama das Brumas começa a caminhar em diração a batalha. Ela encara Nalbert com olhos vidrados. Se aproxima dele, que já entra em posição de combate. Nick acorda e fica trás de Nalbert. Derek é solto do efeito paralisador e arrebenta o morro onde a Dama estava. Ela continua e toca em sua mão. Ele tenta se afastar mas sente que está paralisado. A Dama olha pra ele com interesse e um certo fascínio. Diz que sente nele as brumas e que ele deve se juntar a ela na conquista do mundo tornando o Mestre das Brumas ao seu lado. Nalbert lembra daquela que ele ama e recusa a Dama das Brumas que enche seu olhar de fúria.

Ken sente uma presença ali com ele e Folk, estranha no começo mas então reconhece como sendo Mani, ajudando Folk a distância. Ken nota que o ambiente começa a ficar mais frio, que o calor está sendo absorvido por Folk. Analisa o cosmo de Folk e reconhece o tipo, um cosmo de Fogo, mas não consegue mais detalhes. Da mesma forma que os golpes de Mani, Ken percebe que Folk está controlando a energia e procura um meio de expeli-la. Direciona o rapaz até a Dama das Brumas e deixa que ele libere toda energia na safada. Folk concentra toda a energia do calor absorvido na sua frente. Ken ouve baixinho o novato falar: RELEASE LÄMMÖN (finlandês pra Libertação de Calor). Folk joga uma perna pra frente enquanto estica seus braços para trás, ken reconhece a mesma pose do golpe Thunderclap de Mani, e então Folk desfere o golpe na energia acumulada disparando-a na direção da Dama das Brumas e de toda galera que tava perto.

Todos vêem o golpe se aproximando. Nalbert ainda está paralisado. Nick não consegue sair a tempo mas é puxado por Derek. O golpe vai cheio até a área onde a Dama e Nalbert estavam, mas parecia que o golpe havia sido desviado ao redor deles, passando por eles sem o menor risco.

Folk cai exausto e tranquilo.

A Dama das Brumas jura destruir Nalbert e todos aqueles que o cercam. Nalbert fica putão e resolve atacar. Concentra seu cosmo e forma um túnel de vento ao redor dele e dela. Agarra nela e sobe aos céus, sua velocidade aumenta exponencialmente. Lá embaixo os cavaleiros observam os dois subirem, Ken grita por Nalbert, e os dois somem nos céu.

Todos acordam absurdamente doloridos, com ventinho na cara e movimento. Notam que estão sendo carregados por aspirantes. Todos estão lá, Derek, Folk, Nalbert, Ken e Nick. Na frente um aspirante carrega a caixa da armadura de Girafa nas costas. No céu a Lua está no topo. Um dia inteiro havia se passado. Aqueles aspirantes que acompanharam Folk não estavam lá. Ninguém conseguia se lembrar do que acontecera, como foram parar ali. Ao longe notam o Santuário. Ao chegar conseguem juntar forças o suficiente pra não serem mais carregados pelos aspiras.

Um outro aspira genérico diz que mestre Miguel os aguarda. Todos vão pra lá, menos Folk que é levado pra outro canto. Na sala, Miguel está com o braço machucado enfaichado a aparentemente melhorando. Os cavaleiros dão um resumo do que aconteceu e pedem pra falar direto com a Mestra. No mesmo momento Miguel recebe uma mensagem em seu cosmo da Mestra. Ela pede para ver os cinco cavaleiros que estão ali. Todos se olham e vêem apenas 4. Nick diz que deve ser o cavaleiro de Girafa que ainda está entre eles. Todos vâo para a sala da mestra levrando a armadura.

No caminho Ken nota Mani e Hugh de Hércules ao longe os observando. Ken faz um sinal para Mani mas não tem resposta.

Na presença da Mestra ela pergunta o que rolou e os manos contam tudo. Antes que a Mestra se pronunciasse a caisa da armadura de Girafa abre repentinamente e a armadura montada em forma da estátua fica ali na frente. Todos sentem a presença de Haruk muito forte ali. Surpresa a Mestra vai falar de novo quando todos sentem a Presença de Haruk indo rapidamente na direção da Mestra. Ela desvia facilmente e atrás dela a porta é escancarada pra dentro. A presença de Haruk se aprofunda na sala. Todos correm seguindo-a.

Uma luz branca forte explode passando por todos. Um objeto brilhante vem flutuando até eles. A luz se estingue e o objeto pousa. É uma armadura. Estranha. Logo acima dela o teto explode para cima e a luz da lua cheia banha a armadura. Era branca, opaca, num tom perolado, não parecia ser de bronza, prata ou ouro. Ela paracia um centauro, corpo de cavalo empinando com um torso de cavaleiro em cima e uma lança estocando algo embaixo. Um pano vermelho recaía sobre ela.

Uma voz conhecida se aproximava, mestre Miguel. Ele recitava um poema:

Quando vou dormir a noite
Catorze anjos me protegem
Dois minha cabeça estão guardando
Dois meus pés estão guiando
Dois sobre minha mão direita
Dois sobre minha mão esquerda
Dois me cobrem com carinho
Dois pairam sobre mim
Dois para quem foram dadas
A missão de guiar-me aos céus

Ele ajoelha, segurando uma medalhina, diz sobre suas preces terem sido atendidas e que o cavaleiro do senhor veio lhes ajudar, seu protetor São Jorge.

Todos percebem que a essência de Haruk havia se fundido com a armadura que a Mestra tentava contruir há tempos.

Sabia que São Jorge é o Padroeiro dos Jogadores de RPG?

Sabia que São Jorge é o Padroeiro dos Jogadores de RPG?

A Mestra libera o povo pra descansar.

Ken antes de voltar pra sua casa passa no cafofo do Mani pra se desculpar pelo que fez com Folk. Ken bate na porta e é atendido por uma menina discípula de Mani. A garota olha com cara de “fudeu”, cumprimenta e saome dali. Ken entra na casa chamando por Mani. Ele está sentado na cama fazendo ceninha. (hehehe)

Ken pede desculpas e blablabla mas Mani não responde. Ken se aproxima e vê o rosto deformado de Mani. Seus olhos estão vermelhos como se tivesse chorado muito. Ken fica surpreso, afinal Mani era quase uma rocha e o que Ken fizera não seria o suficiente pra fazer aquele tanque chorar. Fica enchendo o Mani pra ele falar mas o Mani sai pra treinar e deixa o Ken de lado. Decide ir pra casa, assim como todos os outros.

Poooorém nenhum deles lembra onde fica sua própria casa!!!! (há!) Não lembram do caminho, da visinhança, do interior da casa. Ficam perdidos pelo Santuário até que são, depois de muito bater cabeça, levados de volta a suas casas, e estranham totalmente o local.

One comment

  1. que muito louco rpg de cavaleiros do zodiaco!



Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: