h1

6º sessão da minha de CdZ

09/03/2009

6º sessão da minha mesa de Cavaleiros do Zodíaco

Essa sessão foi de descanso, tipo “Vamos visistar o orfanato da Mino”, pra resolver pendengas. Só Nalbert, Ken e Nick.

Sem lembrar onde ficava a casa dele, Nalbert procura por Ken, o encontra sentado debaixo duma árvore refletindo sobre o que teria acontecido. Ambos percebem que têm a mesma perdad e memória. Ken leva Nalbert até em casa. Nalbert entra, reconhecendo que suas coisas são iguais aquelas na casa, mas não tem a sensação de que aquelas coisas seriam dele. Ken vai embora.

Nalbert resolve fazer seu ritual de confirmação de contrato com a entidade do vento que lhe dava poder. Faz toda a parada, e no final, quando joga os incensos no fogo nota que não sai cheiro algum, e o vento ao seu redor continua inalterado, o ritual não tivera efeito algum. Nota com sua percepção mágica que há um efeito magico sobre ele.

Ken volta pra casa, pra resolver o lance da perda de memória usa sua técnica de pontos cósmicos, usa o Tigre para se curar de influências bizonhas. Depois das dedadas espera mas demora pra surtir efeito. Então Nalbert aparece. Nota o efeito mágico sobre Ken também. Ken dá suas dedades em Nalbert também.

Alguém bate na porta da “casa” de Ken. Olham e vêem Urik, cavaleiro de ouro de Libra. Muito suroresos, se ajeitam e recebem o cidadão. Ken diz aos seus discipulos para treinarem uma tal rotina e quer ouvir seus gritos. Urik lhes pergunta sobre o Cavaleiro de Girafa que eles encontraram na última missão. Eles lhe falam sobre o cabra. Urik lhes diz que no passado a armadura de Girafa foi concedida ao Haruk pelo antigo cavaleiro de Libra e que quer seguir essa tradição. Ken lhe passa a “responsabilidade” de encontrar o novo cavaleiro de girafa. E lhe diz que Nick de Grou teria mais a falar sobre Haruk.

Na saída de Urik, um dos discípulos tenta se exibir. Ken pendura uns sinos no coitado, e uns também naqueles que nem perceberam a saída de Urik e uns no resto do povo, tradição dos treinos do Ken.

Na casa de Nick, Urik aparece. Ambos conversam sobre Haruk, Nick lhe conta de toda experiência com Haruk, sobre suas habilidades similares e tudo mais. Urik vai embora.

Ken e Nalbert vão falar com Mani sobre a zica mágica da perda de memória já que as dedadas do Ken não resolveram. Ken ainda está cauteloso com Mani. Nalbert conta a zica toda e Mani diz que vai tentar ajudar com suas macumbices. Oferece também para ficarem em sua casa se não quiserem voltar as suas. Nalbert aceita, ken volta pra dele.

Ken recebe uma convocação a sala da Mestra. Lá encontra um círculo grande no chão cheio de escritos em sangue, no centro uma mesinha com uma adagona toda ornamentada, e pelo círculo os fragmentos do protótipo de armadura que Ken destruiu na luta com o Dragão Negro. A Mestra dá um sermãozinho sobre Ken ter deixado o santuário mais fraco com sua atitude e lhe diz que pode haver um meio de consertar o artefado. Diz que precisa da proteção de Ken, ele pensa em entregar uma de suas técnicas, mas vários riscos brilhantes aparecem em seu corpo. A Mestra diz que como a armadura é uma segunda pele ela precisa da pele dele pra consertara bagaça. Quando ela sai fora Ken pega a adagona e começa a arrancar sua própria pele enquanto sente o fluxo de energia mágica no círculo. Com muito esforço termina, seu corpo todinho depelado. Ken acorda imerso num líquido transparente e viscoso, todo enfaichado e com escritos em partes da bandagem.

Malvado? Eu?

Malvado? Eu?

Nalbert recebe uma convocação a sala do mestre Miguel. Lá ele vê Miguel chafurdando em pergaminhos e livros, nota que são sobre as lendas de São Jorge. Miguel lhe entrega um livro antigão que a Mestra mandou entregar. Nalbert volta pra procurar Ken mas não encontra, então procura Nick.

Na casa de Nick Nalbert aparece mostrando o livro. Abre lá e vê que num entende lhufas do que tá escrito. Chegando na página marcada pela Mestra ele e Nick começam a entender. Lêem o mais ou menos o seguinte:

[há uma imagem rascunhada duma mulher, suave, frágil, leve, parecida com a Dama das Brumas]
“Há muitas eras haviam as Brumas, elas viviam em harmonia com o mundo, cada uma exercendo seu domínio. Até que uma delas desapareceu misteriosamente. Eram seis essas Brumas. A Brumas das Sombras, a Brumas de Manhã, a Brumas da Perdição, a Brumas dos Sonhos, a Brumas do Esquecimento, e a última, a desaparecida, que ninguém sabe qual seria. Caos e destruição começou, sem as Brumas completas as outras ficaram confusas e seus domínios se espalharam sem controle. Até que um herói, depois de muita luta, assumiu o lugar da Bruma que faltava, reestabelecendo a ordem entre das Brumas.
Vidas se passaram, com muita solidão esse herói escolheu pra si uma parceira com quem compartilhou seus deveres com as Brumas. Muitas vidas mais se passaram, então por motivo desconhecido as Brumas começaram a serem subjugadas pelo casal, e uma a uma teve seu domínio usurpado pelo Mestre e sua Dama, e todas obedeciam agora o casal. Mais vidas se passaram, mas apenas a Dama sobrara, não se sabia o destino do Mestre. A Dama prosseguiu pelas eras, com controle absoluto das Brumas. Muito pouco o mundo sabe sobre essa lenda, como se nunca tivesse acontecido.”

Nalbert entende que aquele dragão que enfrentaram seria a Brumas da Escuridão. Com muitas dúvidas ainda, volta a procurar Ken.

Ken acorda deitado numa cama. Ainda todo enfaichado. Seu corpo dói todo, mas não tanto quanto se esperaria. Está na casa de Escorpião, casa de seu mestre Woltan. Volta pra sua casa e encontra Mani lá observando seus discípulos. Fala com Mani a distância. Mani entra na casa deixando a porta aberta. Ken aparece. Mani se assusta com a condição de Ken. Então Nalbert e Nick aparecem. Ken conta que aquilo foi punição por ter quebrado o protótipo da Mestra. Nalbert mostra o livro pro Ken, ele lê.

Decidindo o que fazer, Ken propõe a Nick, o cara que fala com animais, pra procurar a Coruja de Athena, pois essa teria vivido por muito tempo e seria bem sábia podendo saber mais sobre essas Brumas. Pedem a Mani pra descolar informação com os totens, ele topa. E Nalbert precisa reaver seu controle do vento.

Antes de se despedir Nick dá um pedala em Ken, de sacanagem. Mani devolve o pedala muito puto, nocalteando Nick. Quando Nick acorda, bem puto, diz pra que os próprios cavaleiros falem com a Coruja. Ken dá um esporro em Nick. Nick devolve chamando Ken de aspirante. Ken dá um esporro gigaaante em Nick, que volta pra casa.

%d bloggers like this: