h1

2º sessão de Scion do Angelo

04/04/2009

2º sessão de Scion do Angelo

Nessa o Cauê Caolho não estava presente. E o Seiya não dormiu! Ele tá como um neuromédico filho de Hades, e com um nome muito bizarro preu lembrar então o chamaremos de Hadinho até eu descobrir o nome dele.

Começou com Hadinho conhecendo seu papai Hades e sendo enviado pro terreiro de Pai Éder pra encontrar a gente.

Eu e Izel acordamos de manhã, enquanto tomávamos café alguém bate na porta. Já fico na neura com uma faca na mão, ela atende e tá um cara magrelo com cara de morto. Ele diz que foi enviado do pai dela, Tezcatlipoca, pra ajudar. Entra e diz que vai ser o guia dela, os dois começam a fazer macumbinhas astecas. Izel pega uma travessa de bolo, põe água, pinga gotinhas de sangue e começa a fazer premonições. Vê que tem um perdido procurando a gente num lugar relacionado a mim. Deduzimos ser o terreiro. O cara dá um pingente em forma de um jaguar pra ela e diz que é presente de papai, que ela vai saber quando usar.

O cara leva a travessa até a cozinha pega uma faca e corta metades de dois dedos dele mesmo que caem na travessa. Pede o amuletão de Izel que entrega o troço pra ele. Joga na água e fala coisas numa língua bizonha. O amuletão (outro presente de papai) tem uns efeitos especiais e volta ao normal. Ele diz que agora ele tá pronto pra usar.

Ligo pra Pai Éder e aviso que alguém vai me procurar lá, peço pra direcionar o coitado pra casa da Izel. Ligo também pra minha assistente pra checar as coisas com a puliça. Acendo umas velas e rezo.

Enquanto isso, no dojo da japa Yue ela tem ceninhas emo com seu papai e mamãe. Depois o véio da uma surra nela no treino. Ele faz uns troços lá que cura Yue do danos da última sessão.

Hadinho chega na casa de Izel, o recebemos, explicamos a zona toda que tá rolando. Então algo é atirado pela janela, gás começa a encher a sala. Tento olhar pela janela mas tiros são disparados. Jogo uma toalha na lata de gás pra tentar amenizar. Hadinho pula pela janelae  aterrisa lá embaixo. Pego Izel e vamos saindo da casa, eu já com o .38 na mão.

Lá fora começa a acumular transeuntes. Noto movimentações estranhas de vultos, mando aparecerem, uma poça de T1000 começa a se formar ali perto, da poça aparece uma cara tipo o Surfista Prateado, todo metalizado sem face. Tento dialogar, Hadinho ataca por trás mas só machuca a mão na couraça do bicho. Falo pro Hadinho ficar de boa e tento dialogar de novo. O bicho levanta a mão pra mim como se fosse disparar algo. Me preparo pro tiro. Hadinho pula pra me tirar do caminho na hora que o cara dispara. O tiro erra a gente. Saio voando com Hadinho mas solto ele logo, fico no alto da casa enquanto a galera na rua delira. Izel puxa seu pingente e ativa ele. Um Jaguar aparece e começa a cacetar o oscar pirata. O oscar toma umas garradas e vira pocinha de novo, depois some. Izel puxa o Jaguar de volta pra pokebola e explica pros transeuntes que era ensaio prum filme que as gravações começam amanhã.

Voltamos pra dentro da casa, sem fumacinha já. Ficamos discutindo sobre donde veio aquele cara e percebemos que tudo na casa que fazia algum reflexo ficou opaco, espelhos, panelas, vidros, tudo. Izel usa suas macumbices e descobre que a casa tá zuada, mais macumbices e expurga as zicas da casa, deixa ela segura pra gente.

No dojo, Yue está tomando banho na jacuzi quando a água começa a mexer de forma estranha. Ela sai, e se prepara pra porrada. Da jacuzi sai um cara feito de água e vento. Desafia ela pra pancadaria. Ela tenta abrir a porta mas uma força impede. Ela começa a tretar. Só que cada ataque ela que se machucava pois o vento que formava o cara cortava ela, num deixando que ela o atingisse. Ela tenta jogar o secador ligado nele mas num adianta. Depois de apanhar bastante a sombra dela começa a formar uma criatura que abre uma espécie de portal que suga o bicho de água, depois some.

Yue liga pra gente e vai pra casa de Izel.

Yue chega, almoçamos, depois ela dorme no sofá.

Fico olhando pela janela, o tempo fechando, a rua ficando deserta. Alerto o povo. Izel faz mais macumbas protetoras.

Yue começa a sonhar com a escuridão, alguém começa a aterrorizá-la no sonho, deduzimos ser Mikaboshi, o outro “titã” da escuridão que vamos enfrentar em breve. Ele impede que ela acorde. O tempo lá fora fica bem ruim, a rua totalmente deserta. Tentamos acordar Yue, damos uns berrões e chacoalhões até que ela acorda. Conta pra gente o que rolou.

Na Tv mostra pessoinhas caindo no sono, vários acidentes rolando, outros Scions aparecendo e tretas comendo soltas. Discutimos o que fazer, precisamos descansar pra amanhã ir pro reinos das sombras mas se dormirmos corremos o risco de não acordarmos. Então Izel pira na batatinha e sai correndo pra fora, a seguimos.

Que dó eu tenho da humanidade…

Anúncios
%d bloggers like this: