h1

2º sessão de Legends of the Five Rings do Poke & Cia.

04/05/2009

2º sessão de Legends of the Five Rings do Poke & Cia.

No esquema das mesas tem 3 mestres, cada um com uma aventura. No começo os mestres passam pra gente quais aventuras são e os líderes do clãs decidem pra onde mandam os povo do clã. Eu tô como o Magistrado Carangueijo.

Havia 3 mesas. Uma era uma negociação com o clã Dragão pra conseguir ouro por arroz. Enviei dois Yasuki (Pj do Myka e da mina que num sei o nome ainda) pra negociar e o Kaiu (Pj do Felipe) pra protegê-los. Infelismente os Yasuki faltaram, então o Kaiu foi sozinho. Mas conseguiu resolver o pobrema. Diplomacia Crab!!!

Carangueijo -  só gente fina

Carangueijo - só gente fina

Outra mesa era um torneio de espadices do Clã Garça. Nenhum carangueijo disponível pra isso. Um Pj Garça ganhou o torneio. Marmelada?

E a outra era evitar que o clã Carangueijo e o clã Unicórnio entrasse em guerra por território do clã Falcão. Obviamente fui nessa encrenca. Foram também dois Escorpiões cortesões (Pjs do Paco e duma mina que num sei o nome) e uma Fênix (Pj da Iva). Não espere que eu lembre dos nomes japas né…
Começo no acampamento Carangueijo. Um cara fodão dos Garça conversa com meu patrão, todo mundo tenso na sala. O Garça sai fora, todo mundo relaxa novamente. Meu patrão, Hida Tsuru, me chama de canto e diz que o imperador mandou um Magistrado Esmeralda pra representá-lo nessa treta e que eu fui designado pra acompanhar o cidadão e fazer tudo que ele mandar. Me preparo e parto pra encontrar o cara na cidade. Infelismente tive que ir desarmado e desarmadurado, então um serviçal foi junto pra carregar as tralhas.

A comitiva Escorpião-Fênix se junta e segue até a cidade, pra fazer o mesmo que eu. No caminho trombam um destacamento Unicórnio cheio dos cavalão. A patroa Unicórnio bota banca e deixa as comitivas passarem.

Todos chegamos na cidade e nos trombamos na porta da casa do governador. Somos recebidos e levados pruma sala. Lá já tem um Garça e um Leão. Apresentações e conversa fiada depois chegam o governador e o tal Magistrado Esmeralda. Nem sinal de um representante Unicórnio.

Nos contam a treta toda que tá acontecendo, toda a tensão que rola entre os clãs e a iminência da pancadaria. Digo que queremos resolver tudo na paz. Ficamos de falar com os generais dos dois clãs e achar uma solução. Somos dispensados pra descansar.

O Escorpião vai passear num templo, encontra o Leão lá. Jogam conversa fora e voltam.

A Escorpião fica na casa conversando com o Garça (campeão do tal Esmeralda).

Eu e a Fênix vamos no buteco trocar idéia. Encontramos dois Unicórnios lá. Tentam encrencar mas não damos bola. Depois voltamos e todo mundo vai dormir. Deixo um serviçal me abanando a noite toda. hehe

Acordamos bem cedão com barulhão de exércitos. Vemos dum lado o exército Unicórnio e do outro o Carangueijo. Todos corremos pra fora pra ver o que tá pegando. Os exércitos ficam ali parados já prontos pra pancadaria. Corro até o exército Carangueijo pra falar com o general. Ele diz que batedores Unicórnio foram pegos no nosso território e que vários suprimentos roubados, e que desejam reparação. Me preparo pra voltar lá mas sou chamado pra me juntar ao exército. Começo a me armar. Um mensageiro vai até o Esmeralda com a mensagem que o general quer vê-lo.

O Escorpião vai até o exército Unicórnio e descobre que o representante deles foi morto no caminho e que querem reparação. Um diplomata é mandado pra negociar.

Eu e meu general voltamos, ele toma um esporro do general e baixa a bola. Todos entramos pra discutir. O general numa sala e o diplomata na outra. Discutimos entre nós e vamos falar com o Diplomata. Velhinho mala inabalável. Ele conta sobre a morte do representante. Vamos falar com o general, ele conta da treta do roubo. Porém quando ele descobre quem é o diplomata que tá na outra sala ele desencana de conversar e só fica esperando o Patrão Tsuru chegar pra resolver tudo. Aparentemente os dois tem um passado juntos.

Voltamos pro Esmeralda e passamos a zica, ele lava as mãos e manda a gente resolver. Suspeitamos de uma terceira parte aprontando pra instigar os dois exércitos.

Tsuru chega com a cavalaria. O general dá área e o Tsuru assume. Eu e a Escorpião vamos falar com ele. O Escorpião e a Fênix vão falar com o Diplomata. Tentamos argumentar com ambos mas não dá em nada.

Volto pro governador e falo pra ele tomar uma atitude e escolher logo qual clã ele vai querer favorecer pro outro dar área logo senão a cidade vai ser atropelada pelos dois exércitos. O Escorpião sugere resolver as coisas com um duelo mas o Esmeralda não topa.

O Esmeralda manda que os Pjs se reúnam (menos eu), discutam e decidam pra qual clã o clã Falcão deve escolher. Todos votam no Unicórnio. Voltam e passam a decisão pro Esmeralda, que faz a cartinha legalizando a escolha.

Os exércitos vão embora. Todos vivem felizes para sempre. Voltamos pra casa com o dever cumprido.

Até uma semana depois quando 40 cavalos Unicórnio tem suas cabeças cortadas pelo Tsuru malvadão. hehe.

Ps. Há vagas pras mesas quem quiser.

Anúncios
%d bloggers like this: