h1

6º sessão de CdZ do Tib

05/06/2009

6º sessão de Cavaleiros do Zodíaco do Tib

Como combinado na última reunião fomos eu e Hugh de Hércules (pj do Tigas) investigar o tal selo de Athena que podia estar prendendo a mega Aranhona mas estava enfraquecendo.

Fomos de avião com nosso piloto over apelão, saltamos e chegamos a ilha. Logo notamos uma presença, ficamos atentos e preparados pra pancadaria. Notamos alguém se escondendo a lá Predador, ele se aproxima e mostra ser apenas Jack Nolte, cavaleiro de Camaleão. Ele diz que veio cobrir Hugh enquanto ele estava fora da ilha. Peço pra ele ficar por lá enquanto checamos o problema mas ele ignora e vai embora.

Seguimos pela ilha e achamos o local do selo. Faço uma proteçãozinha mística pro Hugh. Vemos que o selo tá sumindo, lemos umas letrinhas, começo a fazer as macumbices xamânicas mas sou impedido por alguma força estranha. Hugh vê outros símbolos pipocando e me descreve-os. Falo com a sala tentando estabelecer um contato.

Uma pedra começa a modificar, ficar numa forma humanóide armadurada com correntes. As correntes começam a se mover e vem loucamente na nossa direção. Seguramos nossos bagos e ficamos parados, as correntes vem direto pra nossos corações mas desvia no último momento e segue, as correntes continuam passeando até formar uma teia gigantona. Depois volta pra pedra e começa a brilhar, algo brilhante vermelho vai e voa até nós, estendo a mão e pego. É uma gargantilhona vermelha death metal cheia de pontas e com uma aranha relevada. Entendemos que a megaboga Aranha quer que achemos seu representante. Então o tal selo diminui a taxa de sumissão.

Tipo isso só que vermelho com as correntes.

Tipo isso só que vermelho com as correntes.

Tento fazer uma magia de alarme mas sou repelido. Voltamos pro avião e seguimos de volta pro Santuário. Hugh resolve espiar através da visão estranha dele e vê que uma teia enooorme engloba tudo, e que eu e ele estamos totalmente enrolados nessa teia, e outros fios tocam um monte de coisas. Ele finalmente saca o tamanho da encrenca. Alertamos o Santuário e voltamos.

Tá dominado.

Tá dominado.

Eeenquanto isso…

Claude ex-leão agora como sub-mestre do Santuário cuida da burocracia. Recebe e analisa relatórios, um fala sobre uma tentativa de invasão que foi contida, uma pessoa tentou entrar no Santuário se recusando a se apresentar e acabou morrendo, o corpo estava separado para ser investigado. Um dos aspiras no portão foi morto, o que deixa o aspira responsável todo eminho.

Claude encontra um cara que andavam dizendo ser o novo aspirante de ouro, mais um poser sem noção por aí. O cara fica todo marrento até chegar o mano que Claude soltou da prisão dia desses e pegar o cara como discípulo. Ou algo assim.

Já Woltan de Escorpião está fazendo suas bobagens quando sente um cosminho tocá-lo de longe, reconhece como Jacques, discípulo que ele largou treinando num lugar isolado. Ele corre pra lá e encontra Jacques todo estropiado, ele diz que foi atacado, lutou mas se lascou. Woltan vê que várias coisas foram reviradas no local, a armadura que tinha lá sumiu e Jacques tava morrendo. Ele vê que Jacques não agüentaria suas técnicas de cura então ele entra em contato com Gabriel de Taça no Santuário, o cara da cura. O pobrema é que Gabriel iria demorar demais pra chegar até Woltan. Hanna de Aquário e Claude entram na cosmo-conferência, Claude diz pra pedirem ajuda pro Keitaro (o cara da prisão). Hanna pega Gabriel e leva pro tal Keitaro, ele faz umas proteções de vento e Hanna turbina a viajem.

Chegando no local Gabriel já começa com as urucubaca curativas mas só consegue curar uns arranhões quando é repelido pelo cosmo nos machucados e tem todos seus dedos quebrados. Hanna envolve os zuados em água e voltam pro Santuário mais devagar.

Eu e Hugh chegamos no Santuário, informamos Claude que temos algo sério pra discutir. Ele diz que tem que resolver o lance do Jacques antes e pra gente esperar. Na espera resolvemos adiantar o serviço e checar nos livros da sala de Claude se tem algo que possa nos ajudar. Durante a fuçação um dos livros explodes na mão de Hugh, malditas trancas mágicas. Sossegamos e esperamos.

A galera chega no Santuário, levam os machucados pra névoa curativa, Claude fica passando seu cosmo pro Jacques a cada meia hora por semanas pro muleke num morrer.

Woltan recebe a visita duma mina estranha, cavaleira com máscara e mantão, que lhe entrega uma flechinha dourada. Ele fica perdidão e a mina some. Depois ele leva pra Hanna que acha uma mensagem presa na flechinha. Woltan lê, a mensagem diz que Woltan tem um missão fodona chegando e que deve entregar essa flecha pra tal mina que a entregou quando ele a conhecer, assinado Cassie. Zicas temporais…

A mina do ponteiro

A mina do ponteiro

Passamos o relatório da zica aranhenta pro Claude e Hanna, resolvemos fazer um ritual pra gargantilha nos mostrar onde está o cidadão que deve carregá-la. Fazemos o ritual, a aranha que tinha na gargantilha sai e faz um fiozão que vai até a cabana dos centeeenas de aspiras, dentre ele o Folk que arrumou mó encrenca com a Aranha. Ou seja, temos que tirar dali um zé que vai ser o representante da mega Aranha. Fácil…

Claude vai checar o corpo do invasor e vê uma menininha. Ela carrega um livro e uma mensagem. Claude lê a mensagem, veio dum truta deles que tava sendo atacado e mandou a mina correr e avisar, meses atrás, e o livro tinha uns segredos do tal templo. Ooopz…

Anúncios
%d bloggers like this: