h1

3º sessão da minha mesa de D&D

29/07/2009

3º sessão da minha mesa de D&D

Essa foi curtinha, não tivemos muito tempo. O povo passou de nível com a última sessão. Houve uma modificações nas fichas, Loren deixou de ser Ranger, virou uma dançarina com espadas que eu num lembro como chama, e o Dort deixou de ser Ladino e virou outro tipo de ladino que também não lembro como chama. Voltando ao jogo….

Depois do encontro com Venize nossos heróis se preparam pra partir, Venize lhes diz que andem logo pois já mandaram alguém pra vir atrás dela. Nossos heróis até se voluntariam pra ajudar mas ela diz que qualquer coisa enviada pra pegá-la seria demais pra eles enfrentarem (sim, chamou eles de rebas) e que eles tinham coisas mais importantes a fazer. Distribuem os itens mágicos entre eles e partem.

Quando saem da casa de tia vêem que a vegetação está levemente diferente, sem aquele monte de insetos passeando, vêem que no lugar da casa que acabaram de sair há uma árvore enooorme e larga, Meriadoc percebe que estava afinal num outro plano, que aquilo antes era apenas um portal, e o pássaro azul a chave dele. Todos seguem pelo pântano na direção em que Lutia apontou, em busca de seu amigo kromlek.

No caminho Lutia diz que sente Kromlek mais abaixo, confuso e com medo, e que aquela visão que todos tiveram na noite passada da Hidra foi enviada por ele. Eles discutem sobre a Hidra e como superar esse desafio. Notam que lá pra trás, onde ficaria a cidade donde eles vieram na noite passada há uma coisa sobrevoando, com asas e cauda, e possívelmente bem grande. Logo uma fumacinha sobe ao ar na cidade. Conforme seguem, já passados há muito do pântano, vêem que fumacinhas sobem dele também. Discutem mais sobre o local onde Kromlek estaria, deduzem ser uma cadeia de cavernas mais a frente.

Conforme avistam as montanhas, e consequentemente a rede de cavernas, avistam coisas sobrevoando a base da montanha, vão mais cuidadosos e finalmente conseguem ver com clareza as criaturas. Outros um pouco maiores e sem asas entram e saem pelas bocas das cavernas.

Ainda quero aquela Havainas tamanho colossal

Ainda quero aquela Havainas tamanho colossal

Bolam seu plano, tentar uma abordagem diplomática mas partir pra pancadaria se necessário. Loren e o Paladino (que eu não consigo decorar o nome) vão tentar conversar com as criaturas, e ela ao notarem a aproximação dos dois ficam agitadas e ríspidas, Meriadoc então taca-lhe uma tempestade de gelo que os derruba do ar, os confundindo e até desabilitando uns, o que o resto do grupo aproveita pra sentar a bulacha nos pobres insetinhos. Depois da matança, Dort sai um pouco machucado, e Lutia usa a Luva Mágica pra curar seus ferimentos.

O grupo discute o que fazer, pretendendo dar a volta na montanha e achar outra entrada, então mais insetões aparecem pra brigar. A galera corre pra entrada, Meriadoc vai invisível, o resto pedala os brigões, Dort novamente sai avariado com uma bela ferroada por trás (ui). Lutia vai curá-lo mas o grupo decide economizar as curas pra mais tarde. O grupo adentra as cavernas e começa a musiquinha de final de episódio.

Tã nã nãããã tã nã nã nãnãããã tchuiuiiii

Esperamos um episódio mais longo da próxima vez.

Anúncios

2 comentários

  1. Scout é a classe…
    E pode crer…
    Precisamos de uma duração maior pra mesa…


  2. Resta você começar a sentar o prego nos monstros Seiya!

    :D

    Aproveite que a mão de Deus está sobre ti, meu filho!



Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: