h1

5º sessão da minha 2º mesa de M&M

23/09/2009

Última sessão dessa campanha. Apenas Jericó, Lucky Strike, Jason e Gallian.

et-Horned

Capetão invocado

No final da sessão passada nossos heróis voltaram pra superfície e encontram praticamente o inferno na terra. Céu vermelho, todos equipamentos eletrônicos bichados, demoninhos passando pra lá e pra cá, bichos mortos na água, pessoas sendo aprisionadas, torturadas e mortas, fogo e destruição pra todo lado, e um demonião comandando a porra toda. O caveirão Gallian apareceu também chamando o capetão pra chincha.

Os heróis chegam à praia com o Pedalinho. Jericó se transforma numa mangueirona e começa a puxar água do mar e apagar o fogo que fere as pessoinhas, só que nota que a água fere quando bate nas pessoas, tinha ficado ácida. O capetão faz pose e xingando a mãe dos heróis, Jason estica seu bracinho mas erra, o capetão aproveita e envolve seus tentáculos no braço esticado de Jason. Lucky atira mas acerta o braço de Jason. Gallian ilumina o local com sua luz divina espantando os demoninhos.

O capetão puxa Jason e o gira tentando usá-lo como clava pra acertar os heróis, mas estes desviam. Lucky atira de novo e o capetão toma os pipocos, soltando Jason. Jason taca um carro mas erra, então resolve tacar Jericó que vira uma bola pesada com espinhos, mas erra de novo. Jericó vira um troço tentaculóide e agarra o capetão. Lucky e Gallian atacam deixando o capetão chateado. O capetão então solta uns berros e as pessoinhas caem, os heróis resistem mas se sentem mal. Mais treta e o capetão percebe que tá em maus lençóis, diz que num vai mais perder tempo com aquelas criaturas insignificantes e que ainda não tava 100%. Então ele berra de novo e o céu fica todo eriçado, com caveiras espectrais passando pelo céu vermelho, daí ele se transforma numa nuvem de mosquitinhos e passa pelos heróis.

Os heróis reagrupam e sentem um grande tremor na terra, percebem que algo bem grande se aproxima, levantam vôo se afastando do chão, fendas se abrem na terra engolindo as pessoinhas, um demoninho é sugado pra fenda, um buracão se forma e de dentro sai um bichão enoooorme.

Cadê o Megazord quando se precisa?

Cadê o Megazord quando se precisa?

O bicho sai andando por aí destruindo tudo que tem no caminho, passando por prédios como se fossem de papel. Lucky atira de cima de um dos prédios mas não afeta o bicho, o prédio desaba e Lucky consegue escapar pegando carona num guarda sol da Skol que passou por lá. Os heróis atacam mas não conseguem muita coisa. Gallian chega bem próximo da cara do bicho pra atacar e nota que a energia que rola dentro da boca do bichão é conhecida, lembra aquela que fluía pelos corpos dos Pocknos. Alguém se lembra das pesquisas feitas em outra sessão e relacionam o bicho com os 13 demônios que abriam o portal pro grande demonião ultra foda de eras atrás. Gallian não sente mal na criatura. O povo discute o que fazer, Jericó resolve voltar até a vila dos Dowds no interior do planeta pra descobrir sobre esse bicho. E enquanto o bichão caminha pega os heróis desprevenidos e Jason toma uma bordoada fenomenal do troço e é arremessado longe, caindo na água ácida, perto de Jericó que avançava pro buraco em direção aos Dowds. Jericó despeja o corpo de Jason em terra e volta pro buraco.

Lucky e Gallian percebem que Jason estava mortinho da silva, todo arrebentado e moído, beijando seu próprio calcanhar, em três lugares. Lucky fica chocado e eminho, dão um funeral pra Jason tacando fogo nos restos moídos dos ex-companheiro. Enquanto isso o bichão atropela a cidade.

Jericó chega nos Dowd e pergunta sobre o bichão mas ninguém diz algo de útil, então ele vai pra mina-chave que e ela explica que aquele é um dos habitantes do interior do planeta, e assim como os Dowd eles também tem sua vila nos quintos do planeta. Jericó fica de saco cheio do papo zen da mina-chave e diz que queria ver as coisas como ela vê, então ela estende a mão pra ele e ele topa, e mais uma viajem bizarra começa, cheia de luzes sons, baratos e alfas e ômegas. Então ele percebe que nesse mundo lisérgico as coisas estão ficando zuadas e uma imagem toma o lugar.

Musiquinha de Imotep...

Musiquinha de Imotep...

Jericó fica é pressionado e acaba saindo da conexão, só que não está mais com a mina-chave, está com um cara-chave, tipo um gerente do McDonalds, reconhece da turma das chaves que os heróis resgataram. Vê em volta um mooonte daqueles grandões passeando calmamente. Jericó conversa com o cara-chave sobre o bichão solto lá em cima, o cara diz que ele tá perdido que só tá tentando voltar pra lá. Jericó pergunta como faz pra guiar o bicho, o chave diz que ele tá muito longe pra que ele o guie, mas com o Jericó lá eles podem direcionar o troço. Então o chave toca Jericó e ele começa a se mesclar no padrão do chave, entende todo o sentimento dos bichos pela chave e entra no grupo, agora Jericó virou um dos guardiões daquela chave, e sabe de todas as 13 vilas de criaturas bizarras que tem pelo planeta e nota que a posição das vilas lembram aquelas constelação longínqua que eles acharam em outra sessão, como se aquilo tudo fosse um grande equipamento, e Jericó agora era mais uma engrenagem da porra toda.

Jericó pensa em como voltar pra superfície, o buraco que o bichão fez tá soterrado, então ele pede pro cara-chave mandar ele de volta pros Dowds que lá o buraco tá livre, então ele é transportado e volta pelo buraco. Lá em cima Lucky e Gallian vão trocar idéia com o Gallian caveirão que senta o prego nos demoninhos. Os Gallians discutem filosofias e frescuras, caveirão só quer saber de matar o capetão safado e tá cheio de ódio, Lucky até trás uma escultura de um santo jogada por lá pro caveirão deixar de putice e ficar bonzinho. Gallian convence o caveirão a se juntar a ele novamente e pede a deus pra uní-los de novo pra lutar contra o maaaal e tudo mais, emana sua luz divina e… ouve-se grilos no fundo…. tuuu tuuu tuuuu…. Aparentemente isso não está nos planos de deeeeus. huhuhuhuhu

Jason começa a acordar, ele vê as coisas de forma diferentes, meio matrix, cheio de vetores e cálculos, percebe estar um tanto diferente, seu corpo é estranho, até que começa a se acostumar e lembrar de tudo, quem era e o que aconteceu. Percebe que seu “simbionte alienígena” do braço tomou o corpo todo dele, mesclando totalmente os dois. Ele se apruma e levanta vôo em busca dos heróis. Lá em baixo ele vê Lucky e os Gallians e os aborda, Lucky já quer pipocar o coitado, mas conversam e aceitam que aquele troço estranho é Jason mesmo. Nisso passa voando Jericó em direção ao bichão que já destruiu um porrilhão de coisas. Jason tenta pegar carona mas é chacoalhado, todos se reúnem e discutem o que fazer.

Jason 2.0

Jason 2.0

Jericó vai até o bichão e o acalma, o direciona de volta pra casa por dentro da terra, pra evitar mais destruição. Então o povo se junta e tenta checar o que tá rolando no planeta. Jason vira um troço antenal, Jericó vira um equipamentão detector e Lucky fica girando botões aleatórios. Detectam que num ponto tal um equipamento bizarrão emite leituras bizarronas, e Jericó percebe que esse ponto é exatamente acima de onde fica a vila dos bichões grandões. O povo então se junta e voa pra lá. Chega no local que está alagado e vêem o trambolho voando. Vários raios elétricos vermelhos se encaminha do céu pra máquina, e no troço oval há vários símbolos que Gallian reconhece como vários símbolos religiosos que na verdade completam um grande símbolo, o do Capetão.

et-The_Cranered

Discutem muito, Lucky tenta passear pelo plano astral e dá de cara com aquela imagem que toma conta de tudo, e cai inconsciente, Gallian reproduz a imagem do bicho e Jason sente um medo inconsciente e ancestral estrondoso. Depois de mais discussão eles voltam ao normal e decidem meter o pé na porta do bagulho. Voam loucamente pra lá e são recepcionados por coisas voadoras verdes. Treta rola solta, os bichos disparam energia do corpo, Jericó e Lucky conseguem entrar no troço e são seguidos, depois Jason e Gallian entram também, mais treta lá dentro, o caveirão fica pra fora quando alguém consegue acessar o mecanismo das portas e a fecha.

Ziooon zion zioooon.... FWOOOSH

Ziooon zion zioooon.... FWOOOSH

Lá dentro parece com um acumulados de teias velhas metálicas, energia passando pra todo lado pelas teias, criaturinhas bizonhas passando conversando algo que Jason entende como coisas hostis genéricas, eram os bichos pilotando os troços verdes. Eles atacam as mentes dos heróis mas são fraquinhos e os heróis debulham vários e o resto sai correndo.

Os pilotos das naves verdes

Os pilotos das naves verdes

Percebem que a energia está se acumulando no centro do equipamento, o povo abre caminho até lá, enquanto destroem vários fios que carregam energia. Chegam até o centro e vêem uma bola energética vermelha flutuante puxando energia dos fios. Dentro da bola há uma silhueta serena. A silhueta olha com desaprovação pros vândalos, amendrontando-os. Gallian taca sua espada mas ela fica cravada na bola energética até que volta pra sua mão. Taca de novo e dessa vez Lucky aproveita o embalo e atira na espada, causando uma rachadura na bola que explode e varre a nave com a energia vermelha, destruindo muita coisa mas os heróis conseguem se proteger. De dentro da bola sai uma criatura inexpressiva. Todos reconhecem como sendo a forma evoluída do capetão chifrudão.

Música de chefe final

Música de chefe final

O bicho diz calmamente que os heróis fizeram bosta e interrompendo aquele processo selaram o destino do mundo e do universo, pois agora aquele grande mal que estava cativo no centro do planeta seria libertado e ele tentava evitar que isso acontecesse, para que ele mesmo pudesse dominar o mundo. O povo parte pra porrada mas o bichão nem pisca. Fica meio surpreso quando os ataques de Lucky e Gallian o afetam, então contra ataca psiquicamente paralisando uns, toma mais bordoada e resolve zoar, os heróis são transportados prum lugar infinito e branco, onde só eles e o bicho estão. Jericó consegue não ser levado por se esgueirar pelos cantos. Vê todos sumirem, então entra nos mecanismos da nave e começa a manobrá-la pro buraco que o bichão deixou quando cavou de volta pra vila.

Na grande imensidão branca o povo ataca o bicho mas sentem as coisas tremerem e seus ataques são redirecionados a seus companheiros, Gallian acaba caindo depois de tomar um tiro redirecionado de Lucky. O bicho fica fazendo discursinho de “perdeu,preiboy” enquanto os heróis tentam entender como acertá-lo. Gallian acorda e tenta zoar o bicho com a luz divina, o lugar treme momentaneamente mas ele segura. Do outro lado Jericó vê por um breve instante seus companheiros translúcidos, então pilha a nave e monta um equipamento pra achá-los. Enquanto o povo treta na branquidão Jericó acha a freqüência do local onde seus companheiros foram parar, estabelece uma conexão. Jason percebe Jericó aparecendo então o puxa pra dentro da branquidão mas Jericó solta a parte do corpo que Jason segura e volta pra nave enquanto a conexão quebra. [Não é legal quando todo o grupo que matar um dos jogadores em off?]

Lucky vendo que a zica tá forte e seus amigos capotados diz que topa se render pro bicho se ele deixar seus amigos saírem ilesos. O bicho aceita e manda os caras de volta pra nave e fica com Lucky na branquidão. Na nave o povo discute como tirar Lucky de lá, então Jericó começa a sentir a presença astral de Lucky que tenta guiá-lo em como tirá-lo de lá. O povo junta seus esforços, enquanto o bicho tenta usurpar o corpo largado de Lucky e ele resiste rabudamente, ele é puxado de volta para a nave e volta pro seu corpo. Todos se reúnem e ouvem a voz do bicho dizendo que escolheram do mal o pior, pois ele lhes daria uma morte bem menos dolorosa do que a criatura que eles libertaram e que não há mais local seguro no universo. Então notam a energia do bicho se afastando do planeta, fugindo.

Sentem a presença megaultrafoda daquilo que tava preso e agora foi liberto, o troço passa pelos heróis, Gallian percebe que a coisa é superior até mesmo ao deus dele, Jason começa a ter espasmos de medo vindos de seu simbionte. Jericó percebe que a chave se lascou e que tudo acabou, Lucky sente o plano astral dominado por aquela presença. Notam o bagulho se expandindo e olham para o céu vendo a zica que arrumaram.

Quer um final feliz? Vai ler Turma da Mônica. MUAHAHAHAHAHAHAHA

%d bloggers like this: